[Resenha] A Menina Que Não Sabia Ler

 
Título: A Menina Que Não Sabia Ler
Autor: John Harding
Ano:2010
Páginas: 288
Preço: R$19,90 (Submarino)


Sinopse: 

1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e decadente mansão, onde nada é o que parece, dois irmãos são negligenciados pelo seu tutor e tio. A jovem Florence, de apenas 12 anos, passa os dias cuidadndo de seu irmão mais novo Gales e perambulando pelos correios, em uma rotina tediosa e desinteressante. Até que, um dia, a menina encontra a biblioteca proibida da mansão, e apaixona-se por ela. 
Mas existem segredos sombrios naquela casa que jamais deveriam ser revelados. Por que Florence sempre sonha com uma misteriosa mulher que insiste em ameaçar seu irmão? O que esconde a nova preceptora? E por que o tio não permite que ela aprenda a ler? Florence precisa encontrar muitas respostas - sejam elas inventadas ou não, e soluções nem sempre fãceis para proteger Giler, e o seu amor pelos livros, antes que alguém descubra quem ousou abrir as portas do mundo literário. 

Resenha: 


Já tava para fazer resenha desse livro há dias, já que ele venceu uma enquete semana passada. Desculpem pelo atraso da resenha. Chega de desculpas e bora para o que achei?
Florence é uma garota extremamente curiosa, quieta e preocupada com o irmão mais novo: Giles. Ela daria a vida por ele sem pensar duas vezes. A garota órfã tinha uma vida pra lá de monótona mas isso mudou quando ela descobriu a biblioteca da mansão onde morava, porém havia um problema: como Florence poderia desfrutar desse novo achado se ela não sabia ler?
Passava os dedos pelas lombadas dos livros, e aos poucos foi aprendendo a ler, sozinha, tendo como companhia apenas uma coberta, o frio e uma xícara de café. Ela começou pelos desenhos, absorvendo cada palavra, passando pelos livros mais complexos e com maiores números de páginas. Tudo naquela biblioteca impressionava a garota. Como ninguém poderia saber que estava frequentando a biblioteca, uma vez que ela e o conhecimento da leitura eram proibidos naquela casa, todos os dias ela fugia para a sala, pegava um livro para ler antes de dormir, à luz de velas, e apagava as suas pegadas na poeira. 
Uma grande dúvida pairava sobre a cabeça de Florence: porque ela era proibida de ler pelo seu tio? As coisas ficam ainda mais complicadas quando Giles volta do internato. A menina morre de saudades do irmão e parte pro abraço, só que agora que Giles voltou, eles precisam de uma nova preceptora para tomar conta deles. Srta. Taylor é o nome dela. A mulher que faz com que os mistérios na mansão se acentuem ainda mais. Florence, claro descobre tudo e acaba pegando a mulher com a boca na butiga. 
O livro mistura muita imaginação, pela parte de Florence, e realidade, o que é bom, faz com que o leitor pense e se auto indague sobre a história. Taylor como mãe de Giles? Talvez. O enredo é extremamente intrigante, onde uma garota faria de tudo, e quando digo tudo é tudo mesmo, para salvar o irmão. O que a gente não consegue explicar é: porque o nome do livro é "A Menina que Não Sabia Ler", se ela aprende a ler no segundo capítulo?



Minha classificação: ★★



7 comentários:

  1. Oiee!
    Taí um livro que eu gostei demais,já li e publiquei a resenha lá no meu blog também.
    A leitura é muito prazeroza e flui rapidamente.
    Gostei do post e de sua resenha.Um Abraço!

    Bruno
    http://oexploradorcultural.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Concordo totalmente Bruno!
    Obrigada pelo elogio! Espero que curta o blog!

    Bjkas
    http://antesdeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Acabei de ler este livro e ele é realmente muito bom e bem misterioso, deixa quase tudo ao nosso critério imaginativo, queria saber pelo menos o que realmente aconteceu com os pais da Flo...
    Beijos
    http://umceudeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. mto bommmmmmm,adorei o livro!!!
    Só uma observação:O nome do irmão é Giles e não Gales.
    Abç

    ResponderExcluir
  5. É uma dessas traduções mal feitas . O nome do livro em inglês é só Flrorence and Giles. Não sei porque mudou quando veio para cá.
    http://porfavorsenhorita.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Acho que o nome se refere ao fato de ela fingir o tempo todo não saber ler então, para o mundo, ela realmente era uma menina que não sabia ler. Além disso poderíamos entrar na análise mais metafórica de que ela não sabia ler as pessoas e as atitudes delas, de que ela não sabia ler o mundo (já que vivia trancada).
    Não gosto que falem mal da tradução assim sem muito motivos. Até porque isso é jogada de marketing da editora xp

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é MUITO bom mas é também um dos livros mais estranhos q já li...
    ótima resenha nati *_*

    ResponderExcluir